Os cuidados com a alimentação antes e depois de atividades físicas

A maioria das pessoas que pratica atividade física tem dúvidas em relação ao que comer antes e depois do treino. A nutricionista, Fabíola Herrmann, explica que antes dos exercícios físicos o ideal é realizar um lanche simples com carboidratos complexos, como por exemplo, frutas com granola, iogurte com aveia, barra de cereal e pão integral. “Este tipo de alimento fornecerá energia para o exercício, sem fazer picos glicêmicos. Devem ser evitados os alimentos muito gordurosos ou de digestão lenta”, completa.

A nutricionista comenta que, em média, se for realizada uma refeição grande, como almoço ou jantar antes de fazer exercício físico, o ideal é esperar duas horas para exercitar-se. Já um lanche simples, recomenda-se uma hora de espera antes do treino. “Se alguém não se alimentar antes de fazer exercício físico, há grandes chances desta pessoa não se sentir bem se exercitando. Pode ocorrer tontura, fraqueza, vertigem, desmaio, entre outros. Além disso, há perda de massa muscular devido à falta de carboidrato no organismo. São freqüentes os casos de pessoas que vão treinar em jejum e passam mal, por isso é recomendável sempre comer algo antes do exercício físico”, destaca Fabíola. O ideal é que a pessoa se alimente de forma equilibrada, sem exageros para evitar indisposição durante o treinamento.

Após o exercício físico também é importante avaliar o que se deve comer. Segundo a nutricionista, devem ser ingeridos carboidratos simples e proteína para regular os níveis de glicose sanguínea e ajudar na recuperação muscular, como por exemplo, pão com queijo e peito de peru, fruta e leite, arroz e carne.
Outro ponto importante que não deve ser esquecido é o consumo de água. “A ingestão hídrica deve ser de no mínimo dois litros de líquidos diários. Se a pessoa pratica exercício físico, esta ingestão deve ser maior para repor as perdas hídricas (suor)”, conta.

É interessante destacar que substituir água por isotônicos, por exemplo, pode ser prejudicial à saúde daqueles que não praticam exercícios regularmente. “Nos isotônicos contêm sais minerais que se forem ingeridos em excesso por pessoas sedentárias podem causar problemas à saúde, como sobrecarga renal e problemas cardíacos. Só é recomendado para praticantes de exercícios físicos aeróbicos com mais de uma hora de duração, para as outras pessoas se reidratarem a água é suficiente. Vale ressaltar que na composição dos isotônicos há carboidrato, sendo assim, os diabéticos só podem consumir esse tipo de produto sob orientação de um nutricionista”, finaliza Fabíola.

Mais informações e contato com a nutricionista, clique aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s