Artroplastia do quadril: uma solução para quem é acometido por doenças da idade

Com o passar dos anos, nosso corpo sofre mudanças inevitáveis. O corpo já não reage com tanta rapidez e eficácia a certos movimentos e algumas doenças comuns em certa faixa etária, aparecem, como por exemplo, a artrite e o reumatismo.
Mas, diferente do que muitos pensam nada é irreversível a ponto de impedir o paciente com estes diagnósticos de buscarem soluções e praticarem atividades físicas, que são importantes em todas as fases da vida.
Uma das articulações prejudicada é o quadril. Entretanto, existem cirurgias que podem reverter o quadro, dando a possibilidade do paciente se exercitar, sem exageros. De acordo com o médico especialista em cirurgia do quadril e do joelho, Paulo Alencar, a artroplastia do quadril se dá quando é necessário substituir a articulação por uma prótese. “Quando esta cirurgia é aplicada, o paciente recebe um dispositivo que tem a função de tirar a dor e devolver o movimento do quadril”, explica.

Porém, nem sempre se recorre à cirurgia de artroplastia. “Este tipo de procedimento é indicado para casos de doenças que afetam a cartilagem ou o tecido ósseo de maneira irreversível e deve ser indicado depois de esgotadas as possibilidades de tratamento não cirúrgico. São exemplos de doenças: artrose avançada, artrite reumatóide, osteonecrose da cabeça femoral, sequelas de doenças da infância, fraturas do colo do fêmur em pacientes idosos, entre outros”, destaca o especialista.
O objetivo da artroplastia é permitir às pessoas que, devido a doenças, têm suas atividades restritas, a retornar à capacidade funcional o mais plena possível. “O paciente precisa ter o cuidado de retornar de forma gradual às atividades, sem exagerar. As caminhadas são permitidas e estimuladas. A ideia é praticar vários quilômetros por dia. A natação, a hidroginástica e a bicicleta, seja ergométrica ou não, são excelentes exercícios para quem foi submetido à artroplastia. Os pacientes, em geral, retornam a esportes que praticavam antes, como tênis, bolão, peteca, golfe, dança de salão e até mesmo os esportes de contato, apesar de nossa recomendação em contrário a este tipo de esporte”, ressalta o médico.

Além do quadril, existe a artroplastia de joelho, que segue o mesmo procedimento de substituição da articulação por prótese. “Após a artroplastia de joelho, habitualmente, recomendo caminhada e esportes sem impacto. Como a idade dos pacientes deste tipo de cirurgia é, em média, 15 anos maior a de quem faz artroplastia do quadril, são pessoas que tem uma vida mais tranquila e tem sua atividade habitual totalmente liberada. É preciso que estes pacientes retornem e até mesmo comecem a praticar esportes, pois só assim irão retomar sua qualidade de vida”, finaliza doutor Paulo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s