Tênis: um esporte importante para o corpo e a mente

O tênis é um esporte pouco praticado no Brasil, mas que ganhou muitos admiradores depois que o famoso jogador, Gustavo Kuerten, disputou muitos campeonatos e conquistou muitas medalhas representando o país. O tenista, Carlos Eduardo Staszak, acredita que o tênis é uma das atividades físicas mais complexas, no qual exige muito esforço e dedicação da pessoa que o pratica. “Jogar tênis trás diversos benefícios tanto para a saúde quanto para a mente e também faz com você entre em forma, mesmo que jogue a nível amador. Ele auxilia na perda de peso, exige esforço do tenista para a locomoção, um enorme trabalho do abdômen, braços, ombros e costas.

Mas, além disso, um dos maiores benefícios do tênis é a melhora na capacidade cardiovascular e respiratória, reduzindo os riscos de ataques cardíacos”, completa.
O tenista conta que praticar esse esporte, faz com que a pessoa sinta bem-estar mental, também diminui a ansiedade, a depressão e o estresse. “Por experiência própria, posso dizer que o tênis é um dos melhores esportes para a mente, pois você precisa estar 100% concentrado e atento. Tem que prestar atenção na bola e na movimentação do jogador adversário e isso fez com que eu melhorasse bastante na questão da concentração, ajudando muito nos dias hoje”, explica.
Qualquer pessoa pode praticar esse esporte, não possui contra-indicações. De acordo com Carlos Eduardo, não há restrições para jogar tênis, mas como em todos os esportes, deve-se ter um mínimo de cuidado e sempre respeitar os próprios limites. Porém, existem diferenças nos treinos para uma pessoa que joga por lazer e para quem pratica o tênis profissional. “O tenista profissional necessita de uma série de exercícios complementares de musculação e aeróbico para que suporte o nível dos jogos, pois é normal que os jogos em nível profissional durem mais de 2 horas”, destaca.

Uma boa alimentação é importante para melhorar o desempenho não só no esporte, mas também para ter uma boa qualidade de vida. No entanto, dietas específicas ajudam na preparação física do jogador, além de contribuir para uma boa recuperação pós-jogos ou pós-treinos. “Uma dieta bem programada ajuda o tenista profissional durante o jogo a manter seu estado físico em jogos que podem durar até 5 horas e contribui também para que fique 100% recuperado no dia seguinte e possa continuar jogando no mesmo nível, sem demonstrar queda na qualidade física”, ressalta Carlos Eduardo.
Conforme explica o tenista, alguns exercícios dentro de uma academia, por exemplo, podem ser substituídos pelo tênis, mas como em vários outros esportes, o tênis trabalha músculos mais específicos, como ombros e pernas. Dessa forma, conciliar os dois seria o ideal, pois na academia o jogador pode complementar o tênis trabalhando músculos que o esporte não trabalha tanto e pode ajudar no crescimento do jogo, pois a prática desses exercícios pode criar uma estrutura física mais completa ao jogador. “O tênis engloba todo o necessário para ser considerado uma atividade física, pois faz bem para saúde, para o corpo e para a mente. É uma atividade muito intensa, que exige dos praticantes movimentos rápidos e, dessa maneira, ajuda a pessoa a melhorar a coordenação motora e os reflexos”, finaliza Carlos Eduardo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s