Os cuidados necessários no consumo de alimentos no verão

Normalmente quando as pessoas vão às praias costumam passar o dia aproveitando o sol e o mar e não dão muita importância ao tipo de alimentos que consomem nesse período. A nutricionista, Fabíola Herrmann, explica que como a maioria dos alimentos que são vendidos na praia não são muito saudáveis, as pessoas devem optar, preferencialmente, pelo milho, água de coco e a água mineral. “O ideal é que os salgados fritos sejam evitados. Dentre os sorvetes, em vez de optar os de leite ou chocolate, é indicado que a pessoa escolha os sorvetes de frutas ou iogurte, que possuem menos de 50 calorias. Nessa época é difícil não consumir esses alimentos, então é interessante que a pessoa substitua pelos menos calóricos”, completa.

É importante também que as pessoas não se preocupem em comer alimentos mais saudáveis por causa das calorias, mas também pela melhoria na qualidade de vida. Segundo Fabíola, normalmente os vendedores reutilizam o óleo para fritar determinados alimentos e, dessa forma, gera mal estar nas pessoas que os consomem. “Com os alimentos da praia é preciso cuidar da questão da higiene. Observar o carrinho se está bem cuidado, se há muitos insetos, se o vendedor está com as mãos limpas ou utiliza luvas para manusear e entregar o lanche”, destaca.
Porém, o que ainda é mais indicado para os veranistas é o consumo de água mineral ou água de coco, que possui baixa caloria. Conforme explica a nutricionista, o coco é uma fruta rica em lipídio e, por isso, é muito calórica. Se a intenção da pessoa é a manutenção do peso, é indicado que só tome a água do coco. “O ideal é a pessoa evitar os excessos e esperar no mínimo duas horas para entrar na água após uma boa refeição”, conta.

Pessoas que praticam exercício físico, que estão preocupadas com o corpo para o verão e que querem emagrecer, devem procurar por suplementos alimentares que são estimulantes e aumentam o gasto energético basal, como os termogênicos, que irão ajudar no emagrecimento. “Existem também os óleos de cártamo, que a pessoa deve ingerir antes das principais refeições, ele auxilia na absorção de gordura dos alimentos e pode ser encontrado em lojas de suplementos, além de serem aprovados pela ANVISA”, ressalta.
Existem óleos bons e ruins para a saúde. De acordo com Fabíola, no máximo 30% da alimentação deve ser composta por lipídios, principalmente, a gordura insaturada, que vem dos óleos vegetais, como por exemplo, o azeite de oliva, óleos de canola e girassol e castanhas.
O verão é uma boa época para que as pessoas possam tentar perder peso. “No inverno, a tendência é fazer menos exercício, comer mais e, normalmente, as comidas são mais calóricas. Já no verão, as pessoas comem mais frutas e saladas. Dessa maneira, acabam aprendendo a reeducar a alimentação”, finaliza.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s